Maria Adalgisa Portugal Ferreira da Silva Babo

Maria Adalgisa Portugal Ferreira da Silva Babo


Licenciada em Ensino Básico - 1.º Ciclo; Tem o Curso de Estudos Superiores Especializados na área da Educação Especial e mestrado em Ciências de Educação. É formadora certificada pelo Conselho Científico da Formação Contínua na área da Educação Especial e Sensibilização à Educação Especial. Lecionou em diversos mestrados as unidades curriculares: Sistemas Aumentativos e Alternativos de Comunicação e Novas Tecnologias e Necessidades Educativas Especiais. Oradora em vários congressos e seminários abordando a temática da Educação Inclusiva. Sócia fundadora da Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Montalegre, onde foi presidente da direção de 2011 a 2014; Sócia fundadora da Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos com Incapacidade de Chaves, exercendo as funções de presidente do Conselho de Administração desde janeiro de 2017 até ao presente. Atualmente é a representante do Ministério da Educação na CPCJ de Chaves.

Marineide Simões dos Santos

Marineide Simões dos Santos


Licenciada em Línguas, Literaturas e Culturas – percurso Português, Latim e Grego pela Universidade de Aveiro. Realizou um estágio de curta duração na Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, no Gabinete de Comunicação. Neste momento está a desenvolver projetos em áreas que tem como objetivo a Promoção do Livro e da Leitura e Escrita Criativa. Já participou em projetos de voluntariado direcionados para a População Sénior. No âmbito da divulgação do livro de poemas “Canto e Amanhece” percorreu várias escolas, tendo já concluído um segundo livro e encontrando-se a realizar um terceiro.

Marta Maciel

Marta Maciel


Licenciou-se em Animação Sociocultural, com uma especialização em Educação Infantil e Básica Inicial – Expressões Artísticas Integradas. Fez a Pós-graduação em Gestão Cultural e o MBA Executivo em Gestão Autárquica, com especialização em Empreendorismo e Comunicação. Possui o Diploma de Estudos Avançados em “Educação e Desenvolvimento Humano. Perspectivas teóricas, históricas e sociais”, pela Universidade de Santiago de Compostela, Espanha. Atualmente é doutoranda em “Equidade e Inovação em Educação”, na mesma Universidade. Fez formação em várias áreas complementares à área da Educação e Desenvolvimento Humano nomeadamente na área das  Artes Expressivas, em contexto educativo, comunitário e terapêutico: “Training Program of Movement Based Expressive arts Education & Therapy L1”, no Tamalpa Institute – Center for Movement Based Expressive Arts Education and Therapy, na Califórnia, fundado por Anna Halprin e Daria Halprin e Formação em Arte-Terapia pela Sociedade Portuguesa de Arte-Terapia.

Max Oliveira

Max Oliveira


Produtor e Coreógrafo; Formador nacional e internacional; Bboy e Funky Styler Profissional; Membro Líder e Fundador de Momentum Crew (Crew Profissional de Bboying), obteve resultados nos maiores eventos mundiais de Dança Urbana e detentor de inúmeros primeiros lugares em diversos eventos de relevo artístico mundial; Vencedor dos mais prestigiados títulos Europeus e Mundiais, destacam-se os 3 títulos mundiais da crew em 2016 (Battle Pro World Finals, Bboy Gala World Finals e Battle of the Year World Finals 1vs1) e também um título Europeu (European Battle Pro 2016, na Alemanha). Subiram ao Podium como uma das TOP 4 crews no mundo na Freestyle Session de Los Angeles, em 2017.

Mónica Cunha

Mónica Cunha


Técnica Profissional de Animação Cultural da Associação do Porto de Paralisia Cerebral. Fez formação de teatro/dança com Tim Wellon e Marc Klen seguindo referências artísticas deste. Fez formação em teatro Físico com estágio no Théatro du Fil,em Savigny-sur–Orge, Paris, inserido no curso de “Formação de Expressões Comunicação de Linguagem na Prática de Criação Artística e Criação de Projetos”. Durante o seu percurso tem participado em vários workshops Nacionais e Internacionais de teatro e dança de arte inclusiva. Iniciou a sua atividade teatral há 21 anos. Participou, como oradora, em várias conferências em congressos nacionais. Fundadora, encenadora e Diretora Artística da Companhia Era uma vez…Teatro, da APPC desde 1997. Assinou 70 encenações desta Companhia onde é diretora Artística. Participou, com a companhia Era uma vez… teatro em diversos festivas nacionais e internacionais. Dirige formações na área do teatro inclusivo por todo o país, foi formadora de teatro no Campus Artístico nas edições de 2009-2012-2018, pelo qual é responsável pela idealização e Diretora Artística das 6 edições do evento. Desde de 2009 dirige, ainda, o Projeto Educativo Inclusivo “Labirinto de Emoções “contos vivos, e sensoriais e tridimensionais dirigidos à infância. É responsável pela organização do Festival Extremus, de edição bienal, este festival congrega grupos profissionais e amadores, ligados à deficiência, com espetáculos de dança, música e teatro. Responsável pelo Programa Cultura e Lazer da Associação do Porto de Paralisia Cerebral desde 2010.

Nídia Marta Gonçalves

Nídia Marta Gonçalves


Mestre em Teatro e Envelhecimento Criativo (Gerontologia Social), pela Escola Superior de Educação e Comunicação e Escola Superior de Saúde, da Universidade do Algarve. Licenciada em Estudos Artísticos, pela Faculdade de Ciências Humanas e Socais, da Universidade do Algarve. No âmbito da licenciatura, frequentou, na qualidade de bolseira, a Escola de Comunicação e Artes (ECA), na Universidade de São Paulo (USP). Entre outras formações na área do teatro e da dança, tem o curso profissional de Atores, Técnicos e Animadores Teatrais, pela ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve. Exerce atividade profissional na Associação de Saúde Mental do Algarve (ASMAL), onde fundou em 2007 o Teatro do Sótão – grupo inclusivo da ASMAL, sendo até hoje, a sua principal dinamizadora. Nos últimos anos, tem realizado oficinas para a divulgação do teatro inclusivo junto da comunidade. Dedica-se ao estudo das práticas artísticas para inclusão social, principalmente, às questões relacionadas com os benefícios da prática teatral na população sénior.

Nuno Miguel Martins Soares Meireles

Nuno Miguel Martins Soares Meireles


Portador de Paralisa Cerebral, é Doutorando em Sociologia na Universidade do Minho, Mestre em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Licenciado e Bacharel em Engenharia Informática pelo Politécnico do Porto. Foi orador convidado no Congresso Internacional “Bobath – Today and Tomorow” da EBTA Congress, com a comunicação “Impacto of therapeutic intervention in participation – Life experience of na adult with cerebral palsy”, organizado no Porto pelo Conceito Bobath Portugal em 2016. Foi Docente convidado da disciplina “Ajudas Técnicas e Ajudas Tecnológicas em Necessidades Educativas Especiais, da Formação Especializada em Educação Especial” no Instituto de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade Lusíada (Porto) em 2014. Desempenhou as funções de Sociólogo na Associação de Solidariedade Social de Gondar (Amarante) “O Bem-Estar”. É sócio fundador e Presidente da AMOTEAMAR - Associação Sociocultural, sem fins-lucrativos. Foi cronista convidado em jornais locais. É autor de 7 livros desde o Romance, passando pela Poesia, Contos e Crónicas.

Olindina de Jesus Pereira Novo

Olindina de Jesus Pereira Novo


Licenciada em Organização e Gestão de Empresas pela Universidade do Porto. Formadora de Empreendedorismo, relações interpessoais, gestão de conflitos. Foi Coordenadora Pedagógica numa escola de formação profissional, Presidente do concelho fiscal da ANGELSS – Associação Nacional de Gestores para o Empreendedorismo Social e sustentável e Voluntária como gestora social de uma IPSS. Possui 3 cursos de curta, média e longa duração nos domínios do voluntariado, consultoria digital e certificação de formadora. Exerceu mentoring em vários projetos de empreendedorismo como: Mentora e coordenadora do projeto IN Póvoa- Praia para Todos- projeto de voluntariado e inclusão implementado no município da Póvoa de varzim com a missão de garantir a autonomia e igualdade de oportunidades para todos.

Patrícia Raquel da Silva Fernandes

Patrícia Raquel da Silva Fernandes


Professora Adjunta c/ Coordenação. Investigadora integrada no Grupo de Investigação (Bem-estar, Saúde e Envelhecimento) do Centro de Estudos da População Economia e Sociedade (CEPESE) da Universidade do Porto. Responsável pelo pedido à A3ES e Coordenadora do Mestrado em Educação Especial, Domínio cognitivo e motor na ESE de Fafe, no ano letivo 2017/2018 e 2018/2019. Doutorada em Estudos da Criança, especialidade em Educação Especial pela Universidade do Minho em 2016. É autora de 4 artigos em revistas especializadas, 23 artigos em atas de congressos nacionais e internacionais, coautora de 20 capítulos de livros e autora de 4 livros. Orientou vários trabalhos de natureza académica nomeadamente Licenciaturas, Mestrados, Pós-graduações e Especializações na área das Ciências da Educação, Educação Especial, domínio cognitivo-motor, Intervenção Precoce e Educação Social. Recebeu 1 prémio melhor concelhia (Vizela). Cronista no RV Jornal (Vizela). Desde abril de 2017, colabora como Conselheira Editorial Internacional da Equipa Editorial do periódico UFSCar Brazilian Journal of Occupational Therapy.

Paula Cristina Portugal Cardoso

Paula Cristina Portugal Cardoso


Doutora em Ciências do Desporto. Mestre em Ciências do Desporto. Licenciada em Terapia Ocupacional.Professora Adjunta da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto (ESS/P.Porto). Coordenadora do Mestrado em Terapia Ocupacional. Docente na Licenciatura em Terapia Ocupacional e no Mestrado em Terapia Ocupacional. Responsável de Unidades Curriculares nos dois ciclos de estudo. Orientadora de vários trabalhos finais de Licenciatura e de Mestrado. Membro do Laboratório de Reabilitação Psicossocial (LabRP), integrado no Centro de Investigação em Reabilitação (CIR) da ESS/P.Porto. Elemento do Conselho Pedagógico da ESS/P.Porto.

Paula Marisa Fortunato Vaz

Paula Marisa Fortunato Vaz


Licenciada em Psicologia e em Professores do Ensino Básico, variante de Matemática e Ciências da Natureza e possui especialização em Educação Especial no âmbito das Dificuldades de Aprendizagem Específicas. É Doutora em Estudos da Criança-Especialidade de Educação Especial pelo Instituto de Educação da Universidade do Minho. Desde 2007, é docente da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança, sendo atualmente Professora Adjunta. É membro integrado do Centro de Investigação em Educação Básica. Tem feito várias comunicações, em Portugal e no estrangeiro (Espanha, Cabo Verde, EUA, Inglaterra), na área da Educação Especial e Inclusão e mais especificamente dos problemas na aprendizagem da leitura. Tem também várias publicações científicas nacionais e internacionais em revistas indexadas e com revisão por pares.

Rui Proença Garcia

Rui Proença Garcia


Professor Catedrático da Universidade do Porto, Faculdade de Desporto. Membro da Academia Brasileira de Filosofia. Docente responsável pela disciplina Gerontologia Social e Cultural do Curso de 2º Ciclo em Atividade Física para a Terceira Idade da sua Instituição. Autor de livros e artigos que abordam o envelhecimento humano. Orientador de várias dissertações de mestrado e de doutoramento nessa área.

Rui Machado

Rui Machado


Nasceu em 1983 na cidade do Porto. O seu percurso na escrita conheceu o seu início em 2014 com “Finalmente Mar”, onde reuniu os seus primeiros poemas. No ano seguinte apresentou-nos prosa em “Uma Forma de Continuar”, um livro de contos e crónicas. “Qualquer dia, Amo-te” é o seu terceiro livro e o regresso a sua casa: à poesia. “Maria Cereja e João Violino” foi a sua incursão pela literatura infanto-juvenil e o seu último livro, "As Cartas que Trocamos", foi escrito em coautoria com Ana Simão. Para além destes livros, participou até ao momento, num total de mais de duas dezenas de colectâneas/antologias, tanto de poesia como de prosa. É ainda cronista residente no portal online Plural&Singular e no Jornal Novo de Valongo. É licenciado em Psicologia da Saúde e mestre em Psicologia Clínica. Entre os dois, fez formação técnica em Multimédia e trabalhou em Publicidade. Outra dimensão importante na sua vida é o activismo na área da deficiência, sendo membro da direcção do Centro de Vida Independente, do grupo "Sex and Relationships" da European Network on Independent Living e co-criador do movimento ligado à desmistificação da sexualidade das pessoas com diversidade funcional "Sim, nós fodemos". Esteve ainda envolvido no Projecto Janelas onde, junto de cuidadores e técnicos, se procurou promover o desenvolvimento psicoafectivo de pessoas com neurodiversidade.

Sílvia Correia

Sílvia Correia


Atriz, encenadora e professora de Teatro. Doutoranda no 3º ano de Estudos literários, culturais e interartísticos na Faculdade de Letras da Universidade do Porto e investigadora no CITCEM. É autora de vários cursos na área do Teatro, nomeadamente do Curso livre de teatro nível I, II e III implementado em 2001 no Porto e do Curso Básico de Teatro em Experiência pedagógica (2017). Inicia os Estudos Artísticos na Academia Contemporânea do Espetáculo em 1995 e mais tarde licencia-se na ESMAE em Interpretação/ Estudos Teatrais. Destaca-se ainda da sua formação, uma pós-graduação em Psicologia na FPCE-UP e um curso de Workshop Leader em Inglaterra que a possibilita lecionar na União Europeia. Paralelamente à carreira de docente colaborou com diferentes companhias artísticas como Esbofeteatro, da qual é fundadora, no Teatro Bruto, Meta Mortem Fase, LAI, Paiva quinteto; no serviço educativo do TNSC e ainda com referências de artistas nacionais e internacionais como António Capelo, Fernanda Lapa, Kuniaky, Júlio Castronuovo, Mário Montinho, João Garcia Miguel. Participou em trabalhos no grande e pequeno ecrã como o filme “Lendas e tradições” de Muchi; “Esta é a minha cara” de Raquel Freire, ou a série “Dentro” de Henrique Oliveira. Dá voz de várias marcas internacionais como HP, APPLE, PFIZER… E na rádio Manobras destaca-se no programa Conto ao Minuto.

Susana de Figueiredo

Susana de Figueiredo


Frequenta o Programa de Doutoramento em Estudos Literários na Universidade de Vigo. Leciona na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Mestre em Artes Escénicas, com especialização em Educação e Animação Teatral, pela Universidade de Vigo. Leciona em escolas básicas, instituições, academias e cooperativas de educação e reabilitação para a comunidade inclusiva nas áreas do movimento, dança-teatro, teatro e teatro musical. Encenadora e coreógrafa de inúmeros espetáculos de dança e teatro entre os quais: “Alice”, “A Incrível Viagem de Vitória Nujeen”, “A Cinderela e o Pé Descalço”, “Memografias” entre outros.

Sónia Galinha

Sónia Galinha


Professora Adjunta, Coordenadora do Departamento de Educação e Currículo da ESE de Santarém. Coordenadora Científica da área de Psicologia Social e dos Grupos, docente e responsável pela UC de Psicologia do Adulto e do Idoso, Psicologia Comunitária, entre outras. Licenciada em Psicologia pelo ISPA, Mestre em Saúde Escolar pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e Doutora em Psicologia pela UBI. É Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses com os títulos de Especialista em Psicologia da Educação; Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde e Especialista em Psicogerontologia. É Membro Integrado do Centro FCT CIE_UMa, desde 2007 e Membro Colaborador do Centro FCT CIEQV, desde 2014. Orienta vários trabalhos e integra vários júris de graduação.

Vanessa Vannay Allasia

Vanessa Vannay Allasia


Doutorada pela Universidad Pontificia de Salamanca. Licenciada em Musicoterapia pela Facultad de Medicina de la Universidad de El Salvador (Buenos Aires, Argentina). Mestre em Investigação em Ciências Humanas e Sociais. Mestre em Musicoterapia e Diplomada em Educação Especial pela Universidad Pontificia de Salamanca. Professora universitária convidada em formações de musicoterapia de España. Musicoterapeuta e Supervisora de Musicoterapia acreditada no Registro Espanhol de Musicoterapeutas Acreditados (REMTA). Musicoterapeuta e coordenadorado serviço de cuidados a menores vítimas de abuso e / ou abuso sexual de ADAVAS Salamanca. Musicoterapeuta e coordenadora do programa de cuidados a menores com diversidade funcional da Concejalía de Bienestar Social del Ayuntamiento de Benavente (Zamora).

Victor Ventosa

Victor Ventosa


Professor universitário, presidente da RIA e Chefe da Secção de Juventude da Prefeitura de Salamanca (Espanha). Doutor em Pedagogia. Licenciado em Filosofia. Mestre Universitário em Tecnologia da Educação. Pós-graduado em Educação de Adultos. Perito Titular Universitário em Animação Sociocultural. Presidente da Rede Ibero-Americana de Animação Sociocultural (RIA). Chefe da Secção de Juventude da Prefeitura de Salamanca. Consultor internacional e Perito do Ministério da Educação da Educação, Cultura e Desporto de Espanha para o desenvolvimento curricular das qualificações profissionais da família Serviços Sociais e Comunidade (INCUAL). Autor teatral e musical de diversas obras para crianças, jovens e adultos. Actor e director de varios grupos de teatro desde 1980 até à atualidade. Diretor da coleção de livros de ASC “RIA” na editora CCS. Editor científico da revista ibero-americana “Animador Sociocultural”. Diretor de formação e diretor do Centro de Informação Juvenil. Professor convidado de diversas universidades espanholas e estrangeiras.Investigador e consultor internacional de diferentes organismos públicos e privados. Publicou mais de 35 livros, além de inúmeros artigos em revistas nacionais e estrangeiras especializadas sobre Educação Social, Formação de Adultos, Animação Sociocultural, Educação em tempo livre, Expressão Musical, Expressão Dramática e Animação Teatral, alguns dos quais em múltiplas edições e traduções em diversos idiomas. Foi convidado como conferencista para cerca de 300 congressos, cursos, seminários nacionais e internacionais.